Livro Grátis - Rendendo Graças ao Senhor - Pastor Marcio Junior

Livro Grátis – Rendendo Graças ao Senhor

Ebook Apresentando ao Senhor Nossos Questionamentos
Livro grátis – Apresentando ao Senhor Nossos Questionamentos
23 de maio de 2020
E-book Celebrando a Palavra de Deus
Livro Grátis – Celebrando a Palavra do Senhor
13 de junho de 2020

Livro Grátis – Rendendo Graças ao Senhor

E-book Rendendo Graças ao Senhor

Uma reflexão sobre o Salmo 118

Clique no link para download.

E-book Rendendo Graças ao Senhor

Graças ao Senhor pois Ele é bom . Como processional e jubilante expressão de ação de graças, este hino de louvor serve de conclusão exata para a coleção do Halel. Explicitamente indicado para uso antifonário, emprega vozes de solo, coros e refrões congregacionais. Os versículos 5-21 são inteiramente individualistas no conteúdo, sugerindo que os versículos 1-4 e 22 e segs. foram acrescentados para adaptar o salmo original ao uso coletivo.

1-4. A Invocação ao Louvor.

Rendei graças ao Senhor. Este chamado para ação de graças e louvor era o sinal para o início da procissão que se dirigia para o Templo. O líder ou sacerdote apresentava o chamado, enquanto um coro ou a congregação respondia com o refrão. Observe que a mesma divisão tripla se encontra também no Sl. 115:9-11 (Israel, casa de Arão e os que temem a Deus), enquanto o refrão vem do Salmo 136.

5-21. O Livramento Divino.

Invoquei o Senhor, e o Senhor me ouviu. O tema através desta passagem é de regozijo porque Deus concedeu o livramento e a vitória. Portanto, em seu uso real, esta passagem, por causa de sua natureza individual, exigia uma voz de solo. A voz representava a nação personificada de modo geral e os crentes reunidos particularmente. Com os versículos 19-21, a procissão sem dúvida alcançava os portões do templo e pediam entrada em ações de graças ao Senhor.

22-29. A Aplicação do Culto.

Isto procede do Senhor. Estes versículos contêm muitas palavras bastante conhecidas por causa de sua aplicação neotestamentária. O versículo 22, descrevendo a principal pedra de esquina, era provavelmente um provérbio daquele tempo referindo-se a Israel, rejeitado pelos grandes edificadores de impérios por ser indigna de se adaptar aos seus planos. Mas a missão divina de Israel foi focalizada e cumprida em seu representante maior, o Messias. Assim Jesus apropriou-se dessas imagens retóricas no seu próprio ministério (cons. Mt. 21:42; Mc. 12:10; Lc. 20:17; Atos 4:11; Ef. 2:20; I Pe. 2:7). A bênção sacerdotal do versículo 26 encontrou expressão seis vezes nos Evangelhos por causa de sua aplicação distinta à missão de Cristo.

Moody





Moody

Creio que você vai gostar também do E-book Apresentando ao Senhor Nossos Questionamentos

Até a próxima! Que Deus te abençoe.

Siga-me nas redes sociais:



1 Comentário

  1. […] Você também vai gostar do E-book Rendendo Graças ao Senhor […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *